UVB acompanhando a Reforma Política

UVB acompanhando a Reforma Política

A União dos Vereadores do Brasil (UVB), através de seu presidente o Vereador Gilson Conzatti, do seu vice-presidente Vereador Marcio Souza e dos Vereadores Valdomiro da Quero e do presidente da União dos Vereadores de Goiás, Talismar Ferreira Correia, estarão participando da reunião de líderes partidários que acontece neste dia 25 de maio de 2015, às 18 horas, no gabinete da Presidência, na Câmara dos Deputados em Brasília, no Distrito Federal, que irá definir os procedimentos para a votação da matéria sobre a Reforma Política.

O Plenário da Câmara dos Deputados dedicará todas as sessões deliberativas desta semana – de terça-feira (26) a quinta-feira (28) – para a discussão e votação da reforma política (PECs 182/07 e outras).

Segundo o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, os temas poderão seguir a seguinte ordem: sistema eleitoral; financiamento de campanhas; proibição ou não da reeleição; duração dos mandatos de cargos eletivos; coincidência de mandatos; cota de 30% para as mulheres; fim da coligação proporcional; e cláusula de barreira.

Se prevalecer essa ordem, o Plenário analisará primeiro o chamado “distritão”, modelo que acaba com o atual sistema proporcional para eleição de deputados e vereadores e determina a eleição dos mais votados pelo sistema majoritário.

Caso o “distritão” consiga o apoio de 308 deputados, o Plenário passará para o próximo tema, o financiamento. Do contrário, o Plenário discutirá uma outra opção de sistema, o distrital misto, em que parte das vagas será preenchida pelo sistema proporcional e o restante pelo sistema majoritário. Se esse tema perder, será analisado então o sistema de listas partidárias. E se os três modelos forem rejeitados, mantém-se o atual.

O texto dependerá de emendas aglutinativas que poderão ser apresentadas ao longo da votação. Essas emendas surgem do aproveitamento de emendas apresentadas ao texto original e parte ou não do texto, resultando em nova redação que contenha relação com as emendas usadas como suporte.

 

Share This: