Rondonópolis/MT tem 20 candidatos a vereador indeferidos e outros cinco renunciaram

Rondonópolis/MT tem 20 candidatos a vereador indeferidos e outros cinco renunciaram

De um total de 492 candidatos a vereador e vereadora aprovados em convenções partidárias em Rondonópolis, 20 destes tiveram o registro de suas candidaturas indeferidas pelas Justiça Eleitoral e cinco renunciaram à candidatura. Alguns estão recorrendo do indeferimento, mas a maioria deve ficar mesmo fora da disputa eleitoral deste ano.

Entre os partidos que concorrem ao pleito, o Progressistas (PP) foi o partido que mais perdeu candidatos, cinco ao todo. Destes, a ex-candidata Adriana da Silva Reis teve seu registro de candidatura indeferido e não está recorrendo da decisão. Já Fernanda Conceição Costa, Luiz Diego Feitosa de Souza e Roberto da Silva Kirimoto entraram com recurso na Justiça Eleitoral e tentarão reverter a decisão e disputar o pleito. Já a ex-candidata Izabella Thalissa Prado Araújo renunciou e não está mais concorrendo ao cargo.

O segundo partido que mais perdeu candidatos a vereador foi o Solidariedade, que primeiro foi surpreendido pela renúncia à candidatura do ex-secretário de Meio Ambiente, João Fernando Copetti Bohrer, que decidiu ficar de fora da disputa. Já Edileuza Ferreira Duarte teve seu registro negado e não deve recorrer da decisão. Enquanto isso, Elson Pereira do Nascimento e Marcelo Soares dos Santos também tiveram o registro negado e entraram com recurso para tentar reverter a situação.

O Partido Social Liberal (PSL) perdeu dois de seus candidatos a vereador, Wesley de Souza Ferreira e Fabrício Aurélio de Melo, que tiveram seus registros indeferidos e não devem recorrer da decisão.

O Democratas (DEM) foi outro partido que teve dois de seus candidatos a vereador indeferidos pela Justiça Eleitoral, Valdivino Pereira de Souza e Paulo Elias Neves, que não recorreram do indeferimento.

O Partido Verde (PV) também perdeu dois candidatos a vereador, Sandra Maria Rejes, que renunciou à candidatura, e Carla Gabriela Naves Guimarães, que entrou com recurso para tentar reverter o indeferimento.

Mesma situação do Partido Social Cristão (PSC), que teve uma candidata que renunciou, Ana Laíse Da Silva Lima, e um candidato a vereador que teve o registro de sua candidatura negado, Fagner Nepomucena de Assis, que não recorreu da decisão.

O partido Rede Sustentabilidade (REDE) teve o registro de Isac Geovan Santana da Silva indeferido, mas o ex-candidato não recorreu da decisão, enquanto Sebastião Paes de Barros também foi indeferido, mas recorreu.

O Partido comunista do Brasil (PCdoB) teve uma candidatura indeferida, de Cícero Bezerra Rodrigues, que não recorreu da decisão; o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) teve um candidato indeferido, Diassis Tobias França, que entrou com recurso para tentar reverter o indeferimento. O Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) teve a candidatura de Armando Nunes Filho indeferido, mas recorreu da decisão. O Podemos (Pode) teve o registro do candidato José Adevaldo de Oliveira negado, mas não recorreu.

Fonte: Agora MT

Share This: