Ministério da Cidadania discute inclusão produtiva e social no setor de turismo

Ministério da Cidadania discute inclusão produtiva e social no setor de turismo

Secretária Rita Passos participou do Seminário Nacional de Governança para a área de Capitólio (MG) e defendeu ações de capacitação para que o turista seja bem recebido

Ministério da Cidadania discute inclusão produtiva e social no setor de turismo – Conquistar parcerias com a iniciativa privada e mobilizar estados e municípios para capacitar pessoas do Cadastro Único para Programas Sociais e do Programa Bolsa Família para o ramo de turismo. O tema foi abordado pela secretária nacional de Inclusão Social e Produtiva Urbana, Rita Passos, no I Seminário Nacional de Governança para o Turismo. O encontro foi realizado, nesta semana, em Capitólio (MG) e apresentou o Plano Progredir, coordenado pelo Ministério da Cidadania.

Segundo Rita Passos, o turismo pode ser uma ferramenta transformadora na vida de milhões de pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social. Por isso, o plano do governo federal vai ao encontro da demanda do setor. “Precisamos capacitar as pessoas para receber bem nosso turista. Já conversamos com o Ministério do Turismo e com o sistema S para serem nossos parceiros e aqui estamos conversando com empresas e prefeituras. O público já temos, pois quase um terço da população está no Cadastro Único, e o que precisamos é qualificar essas pessoas para que conquistem uma profissão”, disse.

Rita também destacou que o Brasil tem um grande potencial turístico e é uma fonte rica de emprego. “Temos muita coisa ainda para mostrar ao mundo e aos brasileiros e queremos que o país avance. Por isso, precisamos fortalecer esta área, além melhorar outras áreas, como segurança e desenvolvimento humano com a geração de emprego e renda”, explicou.

O evento – Mais de 600 pessoas participam do seminário, entre prefeitos, vice-prefeitos, secretários, vereadores e representantes da iniciativa privada. Na pauta, debates sobre os desafios para o desenvolvimento sustentável nos municípios e a implementação das atividades turísticas como fonte de receita e geração de emprego.

A capacitação profissional é um dos pilares do Plano Progredir, que também incentiva o empreendedorismo e o acesso a microcrédito para que pessoas de baixa renda possam investir em um negócio próprio. Na plataforma do Plano Progredir, os beneficiários também podem cadastrar currículos e participar da seleção de vagas de empregos viabilizadas pela rede de parceiros. Para saber mais acesse: mds.gov.br/progredir.

fonte: www.i9treinamentos.com

Share This: