UVB busca curso de extensão para qualificar agentes políticos

UVB busca curso de extensão para qualificar agentes políticos

São Paulo- Gilson Conzatti, Presidente da UVB, esteve reunido na tarde da quinta feira(11) na sede da  Fundação Instituto de Administração-FIA, com a equipe do Instituto Carlos Matus, Aristogiton Moura, Diretor do Instituto, André Doca  que é Consultor e  Adriano Ludovice, Administrador no Instituto.

No encontro foi debatido sobre a democracia hoje é o ambiente social em que as legítimas aspirações da sociedade se materializam e se manifestam; ou seja, hoje já não é mais o ambiente elitista e restritivo que permitia a existência de partidos e políticos alheios às necessidades sociais.

Temos visto nos últimos anos a sociedade sair da apatia política e ir para as ruas e para internet manifestar seus interesses, suas demandas, suas posições políticas e a sua revolta com a política tradicional que vem sendo conduzida de maneira centralizada, não participativa, não colaborativa, e avessa à transparência – fatos que levaram ao seu desgaste e constituem o cerne da crise atual.

O desafio colocado para a sociedade é dimensionar quanto de democracia participativa é preciso ter para legitimar, ressignificar e renovar a democracia representativa. As pessoas estão descobrindo que a democracia representativa precisa atender os interesses do cidadão e da sociedade em detrimento de interesses políticos.

A busca por novas lideranças participativas, novos discursos e por gente alinhada com essas aspirações é crucial para este momento de transição que vivemos. Para tanto, o jogo político e social requer novas teorias e métodos de governo e uma nova forma de se formar líderes políticos para o país, que vive uma grande escassez nesse quesito, havendo uma demanda muito superior à oferta. Trata-se de uma questão cultural, pois falta ao Brasil mais foco no planejamento estratégico e na visão de futuro.

Para isso foi desenhado um programa de formação voltado à nova política e ao novo político que atenda as aspirações da sociedade conectada e livre, com o objetivo de apresentar alternativas viáveis para a sociedade no momento em que as questões políticas que levaram à atual crise de representatividade e de governabilidade afetam de maneira profunda, o bem-estar e o desenvolvimento da população.

A ideia central é desenvolver capacidades políticas para construir soluções e saídas que levem a consensos em torno de qual futuro político desejamos para o país. E, a partir disso, investir na formação de lideranças políticas para conduzir, com segurança e representatividade, o processo de modernização e transformação da forma de fazer política no Brasil.

Serão tratados temas críticos, relacionados com as principais debilidades do sistema democrático, como a modernização dos partidos políticos, os novos modelos de campanhas eleitorais, a modernização e inovação da gestão e da máquina pública e a formação especializada do novo político, com teoria, ferramentas e técnicas desenhadas para atender à nova dinâmica política e a atual complexidade social.

Diante disso, se faz urgente diminuir a brecha entre política e as ciências de governo, por meio de uma nova disciplina transversal, denominada Ciências e Técnicas de Governo, desenvolvida por Carlos Matus, capaz de contribuir de maneira significativa para elevar a capacidade de governo, dos políticos, dos dirigentes e das organizações e também para modernizar a política, para  que esta possa atuar, com efetividade necessário, no contexto altamente complexo e instável em que vivemos.

Da reunião surgiram duas alternativas, curso presenciais de 16hs e cursos online, onde serão estruturados em três módulos: Formação de Novas Lideranças para a Nova Política, A Nova Gestão Pública Estratégica e Mandato Legislativo Moderno.

Os cursos serão dirigidos para: Dirigentes, gestores e funcionários públicos, privados e de organizações da sociedade civil, Lideranças políticas, sociais e civis, Vereadores, Deputados Distritais, Deputados Estaduais, Deputados Federais, Senadores e suas equipes, Representantes de movimentos, associações e grupos de interesse social, privado e civil.

Qualquer profissional com interesse em se aprofundar e se atualizar em novos conhecimentos, ferramentas e técnicas desenvolvidas para a formação e capacitação de Novas Lideranças na Política e na Sociedade, Professores, pesquisadores e estudantes em áreas afins.

Share This: