Guto Mota é eleito presidente da UVC

Guto Mota é eleito presidente da UVC

Fortaleza/CE – A União dos Vereadores e Câmaras do Ceará – UVC realizou no dia 15 de março, em sua sede em Fortaleza, a eleição relativa ao biênio 2019/2021, que elegeu a nova diretoria executiva e adjunta, conselho fiscal, conselho consultivo e diretoria de seccionais. O pleito teve início por volta das 10 horas e contou com a presença de vereadores associados de todo o estado, representando mais de 90 Câmaras Municipais, assessores e profissionais da imprensa. Também estiveram presentes os ex-presidentes Deuzinho Filho e Audic Mota (deputado estadual).

A nova diretoria executiva é composta pelos seguintes membros:

Guto Mota – presidente (Tejuçuoca) PSD; Toim Braga – vice (Umirim) PP; Lívia Maia – presidente UVC Mulher (Limoeiro do Norte) DEM; Luís da Unicred – diretor financeiro (Itaitinga) PPS; Jobede Cirilo – diretor administrativo (Icapuí) PSDB; Will Almeida – procurador geral (Acopiara) PPS; Adauto Araújo – secretário geral (Juazeiro) PSC; Benigno Júnior – procurador adjunto (Fortaleza) PSD; Felipe Viana – 1º secretário (Tauá) PSD.

Guto Mota

Graduado em administração, Mota é hoje diretor executivo financeiro do órgão e assumirá o lugar ocupado por César Veras, de Camocim. O político, que encabeçou a chapa “Legislativo Unido e Forte”, definiu a construção da sede própria da UVC como prioridade. Desde 2013, o entidade tenta conseguir um local fixo.

Vereador do município de Tejuçuoca, a 148,5 km de Fortaleza, foi eleito presidente por aclamação, já que o pleito contou com chapa única. Ele tomará posse em 30 de abril.

De acordo com Guto Mota, em 2018, o Governo do Estado fez doação de um terreno na Cidade dos Funcionários. O projeto arquitetônico já foi concluído. Ele informou que, no dia 27 de março, será realizada a licitação para o começo das obras.

Outro compromisso do político é a capacitação dos vereadores, principalmente Interior. “Pretendemos conseguir seminários regionalizados para os vereadores em todas as regiões do Estado”, ressaltou. Ele acrescentou que estes políticos precisam de assessoria jurídica e capacitação para melhor representar a população.

Além disso, Mota ressaltou que pretende incentivar o protagonismo da mulher em sua gestão. “Temos 2.176 vereadores e menos de 400 mulheres”. Precisamos incentivar a participação feminina”. Pensando nisso, Lívia Maia (DEM) de Limoeiro do Norte, ficará à frente UVC Mulher

Share This: