“Não existe democracia sem vereadores”, afirma Gilson Conzatti

“Não existe democracia sem vereadores”, afirma Gilson Conzatti

Com o lema “O novo Começa em Nós”, a União dos Vereadores do Brasil (UVB) promoveu na semana passada (23 a 26), em Brasília, a 16ª edição da Marcha dos Vereadores.

Na abertura oficial, realizada na manhã de terça-feira, o presidente da entidade, o encantadense radicado em Iraí, Gilson Conzatti, lembrou as inúmeras dificuldades enfrentadas pela entidade e pelos municípios, bem como o papel que deveria ser desempenhado pela União, beneficiando estados e municípios.

No discurso, o presidente também solicitou a colaboração dos vereadores presentes para atos de intolerância vividos na sociedade brasileira. “Estamos aqui com mais de 1,8 mil vereadores inscritos, das mais diversas ideologias e dos mais diversos partidos políticos, então as opiniões políticas são as mais diversas e não vamos concordar com intolerância. Somos os representantes do povo. Estamos aqui para representar o povo e todos temos direito ao contraditório, pois ele faz parte da democracia. Não existe democracia sem vereadores, não há democracia sem Câmara de Vereadores. Os problemas e diferenças ideológicas não se resolvem na força e sim no processo democrático.

Os vereadores não são massa de manobra dos prefeitos e deputados. Precisamos rever conceitos e por isso que estamos mais uma vez aqui,” salientou Gilson. O presidente da União dos Vereadores do RS, Silomar Garcia, valorizou a presença dos vereadores gaúchos no evento e disse que é um orgulho para os parlamentares e, principalmente, para o estado que o presidente da União dos Vereadores do Brasil.

Jornal Opinião – 27/04/2018

Share This: