Emoção e força foram as marcas da cerimônia de abertura da XVI Marcha Dos Vereadores 2018 com o tema : O novo começa em nós.  

Emoção e força foram as marcas da cerimônia de abertura da XVI Marcha Dos Vereadores 2018 com o tema : O novo começa em nós.  

Em um discurso bastante aplaudido pelos mais de mil e duzentos participantes, o presidente da União dos Vereadores do Brasil Gilson Conzatti relembrou as dificuldades enfrentadas pelos municípios  e destacou o papel do governo federal na melhoria de condições para os Entes locais.

Gilson Conzatti também enfatizou o perigo da intolerância politica “ “Não podemos viver tempos de intolerância, principalmente de opiniões políticas, tempos em que são muitas as vozes do retrocesso, que ainda acreditam que os problemas e as diferenças se resolvem na força. “ Afirma Gilson.

Após a execução do hino nacional, a vereadora de Lajeado do Estado de Tocantins emocionou o público cantando um louvor a Deus para a abertura dos trabalhos.

O primeiro pronunciamento na mesa de abertura foi feito pela segunda vice presidente da UVB Irismar Melo que enfatizou bastante sobre o empoderamento da mulher.

Para Irismar Melo garantir a participação plena e efetiva das mulheres e a igualdade de oportunidades para a liderança em todos os níveis de tomada de decisão na vida política, econômica e pública e adotar e fortalecer políticas sólidas e legislação aplicável para a promoção da igualdade de gênero e o empoderamento de todas as mulheres é um dos objetivos do evento.

O presidente da UVC e do Fórum dos Presidentes Vereador César Veras foi o segundo a saudar os participantes e lembrar que estamos iniciando um novo tempo na politica pois se encararmos as crises como oportunidades, o Brasil está diante de uma grande porta para um novo momento de desenvolvimento “ É nisso que acreditamos. É preciso rever conceitos, práticas políticas e administrativas “ Afirma Veras .

O vereador Jabá Moreira de Rondonia que também fez parte da mesa afirmou que os vereadores de todo o Brasil precisam fazer a diferença pois lidar com pessoas pode não ser fácil, mas sabendo fazer isso, você pode transformar a vida de muita gente.

O vereador Fabiano Leão também fez parte da mesa e ressaltou que em todas as eleições querem ferir os vereadores  “ infelizmente, qualquer tipo de corrupção que assola nosso País, recai primordialmente na figura do político, e pasmem senhores, o mais atingido é o Vereador. Seja este Vereador membro de uma Câmara Municipal de cidade de pequeno, médio ou grande porte, sempre é o Vereador o culpado. E por quê? “ Afirma Fabiano  .Para muitos o Vereador é visto como menor na estrutura política brasileira, quando, na verdade, este agente público deveria ser mais demandado? Não no sentido do clientelismo, mas pela possibilidade de contribuir na solução dos graves problemas que se avolumam nas cidades brasileiras.

Em sua fala o vereador Ubirajara de Cruzeiro do sul enfatizou que este é o ano de mudar a política pois para ele é evidente que os homens e mulheres públicos devem ser os primeiros encarregados para que o interesse público prevaleça sobre o privado e não o contrário.

Silomar Garcia presidente da União dos Vereadores do Rio Grande do Sul saudou os vereadores do seu estado e valorizou a presença constante em todas as edições da Marcha e para ele é um orgulho que um presidente do Sul esteja a frente da UVB.

O vereador Adelar Provenci de Santa Catarina em seu pronunciamento reiterou que a responsabilidade pela mudança pertence a todos os políticos.

Para ele, parte da solução está em “enfrentar nossos problemas com tranquilidade falando com as pessoas”. “Acreditar que nós somos um País que tem recursos e que pode ir adiante. E o nosso maior recurso somos nós mesmos, o povo brasileiro.” Finaliza Adelar.

O presidente licenciado da UVET  Terciliano Gomes  deixou claro que os vereadores são importantes para as decisões politicas. “As atividades do vereador não podem ser resumidas apenas ao tratamento das leis do município. Existe ainda uma função ligada ao cargo de vereador que é fundamental para a própria saúde da nossa democracia. Trata-se da fiscalização das ações do Poder Executivo municipal – ou seja, das ações do prefeito “  afirma o vereador .

Asaf Sobrinho da União dos vereadores do Maranhão também levantou a bandeira de que se a vida começa nos municípios a porta do vereador é a primeira a ser batida.

A vereadora Vilma Feline (UCVMS) em seu pronunciamento expôs que o país vive um momento novo na politica pois para ela a consciência cidadã reconhece a gravidade do atual momento vivido pelo Brasil. Não se trata de alarmismo ou pessimismo, mas oportunidade para uma atitude: é preciso que cada um assuma a corresponsabilidade na busca por soluções para os muitos problemas.

O prefeito de Lajeado (TO)  Dr. Tércio afirmou que a Marcha dos vereadores é um espaço de lutas para definir e alertar autoridades do Executivo, do Congresso Nacional e do Judiciário sobre temas que garantam a conquista de autonomia pelos municípios, além de mostrar ao cidadão os caminhos que os gestores municipais defendem como solução para enfrentar e vencer a crise que atinge todos.

O deputado Darcísio Perondi (MDB-RS) foi o único parlamentar federal presente na solenidade e destacou a exaltação do “Brasil novo” feita pelos representantes do Poder Legislativo Municipal. O evento reúne cerca de 1.500 vereadores de todo o País até a próxima quinta-feira (26), quando será lançada uma Carta à Nação.

Perondi lembrou que nos seus primeiros dois mandatos como Deputado Federal sentiu a falta de experiência, por ter seguido direto, de presidente de um hospital comunitário e pediatra em Ijuí (RS), para a Câmara dos Deputados, sem passar por outros cargos eletivos, como prefeito ou vereador. “Ser vereador é um grande aprendizado e vocês foram muito felizes em estabelecer o novo como palavra de ordem. As instituições brasileiras, Executivo, legislativo e Judiciário, precisam ser fortes e nós, parlamentares, que sabemos conversar e convergir, somos importantes na democracia. E tudo começa pela casa da gente, nos municípios, com vocês, vereadores”, destacou.

Ainda segundo Perondi, o momento é de dar-se as mãos, independente de partido político ou ideologia, e os vereadores precisam sonhar. “Quem sonha, acorda no futuro. E a coragem traz o futuro para o presente. Sejam sonhadores, corajosos e agentes dos novos tempos”, provocou Perondi.

Falando como vice-líder do Governo na Câmara, Darcísio Perondi reforçou que o Brasil vive novos tempos, com inflação e juros baixos, redução da curva do desemprego, maior confiança do setor produtivo e retomada do crescimento, obtidos a partir da aprovação de reformas estruturantes. “Saímos de uma depressão econômica e já em 2017 o crescimento voltou. Foi um por cento apenas, mas a previsão para 2018 é de 4%. Entramos num círculo virtuoso e que não pode ser interrompido. O Congresso Nacional precisa continuar votando e trabalhando. O Brasil não pode parar, apesar das eleições de outubro. Não é hora de omissão”, completou o parlamentar gaúcho.

A Marcha dos Vereadores do Brasil acontece até o dia 26 de Abril no centro de eventos do CNTC.

Share This: